O Coletivo Perifatividade é um grupo de poetas, educadores, produtores culturais, músicos oriundos da região do Fundão do Ipiranga, especialmente dos bairros que o compõe: (Jardim Clímax, Parque Bristol, Jardim São Savério, Jardim Maristela, Boqueirão, Heliópolis, entre outros). O Coletivo está atuante desde 2008, pois o mesmo descende dos fundadores do Núcleo Poder e Revolução que exercia suas atividades no Maloca Espaço Cultural, mas a primeira atividade como Coletivo atual foi em 2010, no CEU Parque Bristol. Desde então, passaram as atividades no Jardim Clímax (Bar da Dona Maria), até se estabelecer no reduto boêmio e cultural atual, o Bar do Boné, na Vila das Mercês. Além deste Sarau, realizam os encontros no CEU Parque Bristol, nas favelas dos bairros do fundão, escolas, Medidas Sócio Educativa, (MSE’s), abrigos e qualquer outro lugar onde possamos conhecer e interagir com a música, a reflexão e o incentivo à leitura e criação literária.

Em 2011, contemplado pelo VAI – Valorização de Iniciativas Culturais da Secretaria Municipal de Cultura, o Coletivo Perifatividade lança a sua primeira obra: Antologia – Coletivo Perifatividade, com 36 autores participantes e um CD com artistas e poetas da região, sendo lançado em vários Saraus. Participou da Virada Cultural 2012 (juntamente com Sarau dos Mesquiteiros e Projeto Marginaliaria).

Em 2012/2013 lança sua segunda “Antologia & Coletânea” com 42 autores e o livro desenvolvido com o EJA das Escolas Municipais Olavo Fontoura (Jd. Clímax) e Gonzaguinha (Heliópolis) “Perifatividade nas Escolas”, além da coletânea dos artistas locais, projeto esse também contemplado pelo Programa VAI, ainda no primeiro semestre de 2013 participa da 9º edição da Virada Cultural, e no 2º semestre integra o programa Veia e Ventania das Bibliotecas Públicas Municipais com outros grupos e coletivos de saraus.

O Coletivo realiza suas atividades como oficinas e o próprio Sarau nas escolas da região (EMEF’s Olavo Fontoura, Luiz Gonzaga Jr – Gonzaguinha, Leão Machado e Joaquim Nabuco),  nas favelas dos bairros do Fundão do Ipiranga e nos CEU’s, tanto o já atuante Parque Bristol, como o CEU Meninos e Heliópolis (Arlete Persoli)  na região em que fomos apoiadores de sua inauguração.

Pelo menos 2 domingos ao mês realizou-se o Cine Maloca no então Maloca Espaço Cultural.

Hoje o Coletivo Perifatividade realiza o “Perifatividade nas Favelas”, na sede do Mutirão Jardim Celeste, espaço público também abandonado no Jardim São Savério, e bimestralmente em favelas dos bairros próximos. Hoje, a ação no bairro é considerada o Sarau Perifatividade oficial, em substituição ao que ocorria no bardo Boné localizado na Vila das Mercês.

A atuação nas escolas em 2014 é mais intensificada com o projeto “Perifatividade nas Escolas”, contemplado pelo Programa de Ação Cultural (PROAC) Saraus Culturais, da Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo, onde além de Saraus, são realizadas oficinas de estímulo à criação literária. Além deste projeto, destaca-se a apresentação no evento “Primavera do Livro”, realizado pela Biblioteca Mário de Andrade e pela Secretaria Municipal de Cultura, a Virada Cultural 2014 da mesma secretaria, no Palco Xavier de Toledo, e a viagem com outros 16 coletivos a Buenos Aires (Argentina), para participação na 40ª Feria Del Libro de Buenos Aires, onde, além da apresentação diária na Feira, estivemos realizando ações em Piedrabuena (bairro da periferia argentina), La Casona de Flores (espaço cultural argentino), rádios comunitárias, escolas e participações conjuntas com outros coletivos de cultura independente por lá.

Mensalmente confeccionamos fanzines com a programação e o posicionamento sócio – educacional e político do coletivo. Em 2014 completou 4 anos de atividades com intensa atuação nos bairros e nas escola de localização do coletivo. A festa de aniversário foi histórica na região, pois o Coletivo levou pela primeira vez no Ipiranga, mais precisamente no bairro Parque Bristol, o rapper GOG (Brasília/DF).

Nesse início de ano de 2015 o Coletivo Perifatividade inicia suas ações com um Sarau dentro da Unidade da Fundação Casa “Ouro Preto” no bairro da Vila Maria, além de ações conjuntas com a CMP (Central de Movimentos Populares), reafirmando-se como coletivo de luta social e política, além de cultural. Também em 2015 iniciamos nossas primeiras ações como coletivo de formação política, iniciando a Formação em Direitos Humanos, pelo projeto PROAC Saraus de 2015, “A poética dos Direitos Humanos”, que resultará no documentário e livro “Perifatividade nas Escolas: A poética dos Direitos Humanos”. A formação foi ministrada pelo integrante Ruivo Lopes e foi aberta ao público com duração de 12 horas nos CEU’s Meninos e Parque Bristol.

Participamos novamente em 2015 da Virada Cultural pela secretaria Municipal de Cultura, no palco Vale do Anhangabaú – Praça Pedro Lessa, participamos do Programa “Estéticas da Periferia”, pela ONG Ação Educativa, estando juntos com o Coletivo Quilomb’hoje no SESC Campo Limpo. Também na rede SESC, porém na unidade Ipiranga, estivemos com diversos grupos de cultura de nosso Fundão do Ipiranga, realizando apresentações e debates juntamente com a ONG UNAS Heliópolis no evento M.U.D.E.I. (Música, Debate e Informação). Em agosto realizamos nosso 5º aniversário de muita luta, e demos à nossa quebrada um dia de festa como ela merece: um palco semelhante ao da Virada Cultural (Palco Julio Prestes), com um dia todo de apresentações musicais de artistas que admiramos e que nos representam: Rinha de Galo, Pânico Brutal, Congada de Vovó Benedita e São Benedito, Vinão Alobrasil, Yzalú, Potencial 3, Ba-boom e Ba Kimbuta e para fechar Consciência Humana. Tudo isso a céu aberto, e no coração do Jardim São Savério.

Participamos novamente em 2015 da Virada Cultural pela secretaria Municipal de Cultura, no palco Vale do Anhangabaú – Praça Pedro Lessa, e estreamos o primeiro contrato com a Secretaria Municipal de Educação, realizando apresentações no “Recreio nas férias 2015”, com a temática Brinquedos e Brincadeiras de Matizes Africanas, em nove intervenções: CEU Azul da Cor do Mar, EMEF Hercília de Campos Costa, CEU Parque Bristol, EMEF Prof. Luiz David Sobrinho, CECI Jaraguá, CECI Tenondé Porã, CCA Auri Verde, CEU Perus e CEU Anhanguera.

Logo após este trabalho, fomos novamente convidados pela Secretaria Municipal de Educação, para fazer parte do “Circuito das Artes nos CEU’s”, onde passamos de 10/08 a 17/09 em diversos CEU’s da cidade, nas bibliotecas e teatros, levando a poesia, a música e a defesa dos Direitos Humanos. Em novembro, o Coletivo Perifatividade participa da EMIL Perifa – Feira Literária Marginal, Periférica e Independente, uma parceria entre as Secretarias Municipais de Cultura e Educação, que ocorre na Galeria Olido nos dias 12 e 13 de novembro, com as mesas “Pretas, poderosas e empoderadas: a dor, a beleza e a força da escrita das mulheres negras“, “A presença dos saraus nas periferias da cidade: relatos de experiências para uma educação popular e emancipadora” e “Políticas públicas para demandas mais que urgentes: subsídios e desafios para a implementação das Leis 10.639 e 11.645 e do PMLLLB na Sala de Leitura”

Para encerrar o ano, marcamos um primeiro passo de um importante projeto: assim com iniciamos o ano na Fundação Casa – Unidade Ouro Negro, fechamos 2015 junt@s com as meninas da Unidade Chiquinha Gonzaga, a convite dos educadores Fanti Manumilde, Kuriaki Ferreira e Lua Rodrigues.

Em 2016, o Perifatividade está a mil: lança em março o documentário e livro “Perifatividade nas Escolas: A poética dos Direitos Humanos” com um extra – “Perifatividade nas escolas ocupadas”, que contem escritos e depoimentos de estudantes das escolas de luta E.E. Diadema e E.E. Raul Fonseca, onde estivemos ativamente desde o primeiro ao último dia de ocupação; lançaremos também um trabalho oriundo deste processo nas unidades da Fundação Casa, além da “Antologia e Coletânea Perifatividade vol. III”, que conta com textos e músicas dos integrantes perifativos. Para fechar o ano com chave de ouro, o Coletivo é contemplado com o primeiro edital do “Fomento à Cultura de Periferia”, lei de Fomento à Cultura de Periferia, sancionado pelo então prefeito Fernando Haddad em 2016. Entre as diversas atividades de nosso projeto “Semeando as Flores da Revolução no Fundão do Ipiranga”, consta a abertura de uma sede oficial, onde desenvolveremos inúmeras atividades, além de ações nas escolas, favelas, zines, etc. No mesmo período, nosso perifativo Paulo Rams é eleito Conselheiro Municipal do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, sendo o candidato mais votado em eleição aberta aos munícipes.

2017 começa com muita luta pela frente: entre reuniões, atos e muita articulação, inauguramos a nossa sede oficial perifativa: o Espaço Perifatividade Círculo de Cultura desponta como um espaço de cultura, educação e resistência na região do Parque Bristol, sendo recebido com muito carinho pela nossa quebrada, que sempre abriu muito mais que portas – abriu e abre os corações para mais este passo. No espaço, além do Sarau Perifatividade mensal, acontecem os cursos de Inglês, Espanhol, Graffiti, Dança do Ventre, Audiovisual, Defesa Pessoal, MC (com ênfase no ensino do ECA para crianças e adolescentes) e a formação em Direitos Humanos, Cultura e Educação Popular, todos com base freiriana, que é a linha pedagógica, cultural e política que adotamos, pautados em formações teórico-pedagógica internas. Também na área da educação, nosso lambe poético também virou oficina, sendo ministrada, além da intervenção do Sarau Perifatividade nas unidades do Sesc Parque Dom Pedro II e São José dos Campos.

 

 Contatos:

www.perifatividade.com

perifatividade@gmail.com

Facebook: Sarau Perifatividade (perfil) / Coletivo Perifatividade (página)

Twitter: @perifatividade

Instagram: @perifatividade

Integrantes:

Ana Fonseca

Diego Soares

João Claudio

Paulo Rams

Ruivo Lopes

Vinão Alobrasil

 

 

 

 

 



Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s