Sarau Perifatividade em altíssima qualidade na Biblioteca Amadeu Amaral!

DSC_0166

Mesmo a torrencial chuva que acometeu o dia todo do sábado, 23/11, não foi nenhum empecilho para que o Sarau Perifatividade rolasse e muito bem, na Biblioteca Amadeu Amaral!

Em sua segunda edição pelo Programa Literatura Periférica (Veia e Ventania nas Bibliotecas de São Paulo) e optando por ações temáticas na Biblioteca, o Coletivo desenvolveu um Sarau voltado ao mês da Consciência Negra, lembrando que Consciência Negra são 365 dias sempre. A Biblioteca Amadeu Amaral possui um grande e lindíssimo acervo de literatura africana e afro-brasileira, com Cadernos Negros e a nossa poetisa do Fundão Dinha! Para se cadastras e pegar livros lá é muito fácil: só levar RG e um comprovante de residência atualizado que rapidamente é realizado o cadastro.

Abrindo nossos trabalhos, realizamos apresentações com as pessoas que participaram e percebemos representantes de escolas que ainda não atuamos como Sarau, e mesmo assim vieram por indicações de amigos e colegas de trabalho, além de pessoas que vieram de bem longe, mesmo enfrentando o grande temporal para participar conosco. Um grande ganho!

Inajá Tetembuá apresentou um trabalho solo de dança afro de terreiro, com passagens textuais e poéticas. Além de nos brindar com a apresentação de dança-teatro, ela falou sobre este importante trabalho que é a resistência da dança afro de terreiro, pois o estilo não é tão praticado e é uma dança de base importantíssima para a Dança Afro e a Dança em geral.

Allan da Rosa deu um verdadeiro workshop do seu livro “Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem”. Nas passagens estimuladas pelo autor, página por página, acompanhamos um pouco do que foi este riquíssimo processo de educação popular desenvolvido por Allan e a vontade que fica em todos e todas é a de não acabar mais essa aula! Livro mais do que indicado!!

Na música, nossa parceira Débora Garcia veio com o lindo projeto “Poesia Cantada e Música Declamada”, que é uma apresentação voltada para a afirmação e valorização da mulher, cultura e ancestralidade negras. Acompanhada por D2 e Douglas, Débora fez sons contagiantes e as poesias emocionaram quem estava pela primeira vez e quem já conhece este belo trabalho!

Allan e Débora ainda declamaram em conjunto, poesias do livro /CDde Allan e Priscila Preta, “A Calimba e a Flauta”, e pela primeira vez frequentando nosso Sarau, e por indicação de amigos, a estudante e MC Carol Protesto ainda mandou muito na rima!

Nosso Sarau de dezembro na Biblioteca Amadeu Amaral é dia 14, portanto, se agende, chega com nós, e seja bem vind@ e fique muito à vontade! Você está no Sarau Perifatividade! Confira as fotos por Diego Soares, Ana Fonseca e Paulo Rams.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19.1 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 39 40 41 42 43 44

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s