Reintegração de Posse no Fundão do Ipiranga!

Nesta terça, a partir das 04hs da manhã, acompanhamos o desespero e tristeza dos moradores que ocupavam um imenso terreno no Fundão do Ipiranga, que compreendia desde a Av. do Cursino até as imediações do CEU Parque Bristol e Av. Padre Arlindo Vieira e campão de futebol, no Jd. Clímax, e  que antigamente pertencia à Dona Henriqueta. Desta área, 60 mil m² era de antiga propriedade desta família, e que hoje pertence à ATUA Construtora e Incorporadora, empresa de Lair Krähenbühl, ex-secretário de Habitação (Gov. José Serra-PSDB), empresa especializada em condomínios de alto padrão.

Foram momentos de muita tensão e muita tristeza dos moradores. Nós, do Coletivo Perifavitidade, cobrimos em tempo real por nosso perfil no Facebook. Confira os relatos postados aqui:

OCUPAÇÃO DO TERRENO DONA HENRIQUETA – AV. DO CURSINO!
A Reintegração de posse está acontecendo desde as 04:30 da manhã, tem 2 helicópteros, várias viaturas, tropa de choque no local do terreno. Alguns ocupantes da estão saindo, logo damos mais informes. (08:00)

A situação na Av. do Cursino está tensa, há resistência dos ocupantes e alguns foram ja alvejados por balas de borracha. O advogado que representa os ocupantes não avisou previamente da reintegração. Alguns ocupantes estão se fixando próximo ao campão do Clímax. (08:00)

ÚLTIMOS INFORMES – REINTGRAÇÃO DE POSSE FUNDÃO DO IPIRANGA
Um morador da região do Jd. Maristela, que estava próximo à região da reintegração, foi atingido por uma pedra. Está sendo atendido. 
Barricadas foram feitas na região do CEU Parque Bristol, na região próxima ao campão do Clímax, neste momento o choque está se locomovendo próximo a rua lateral do Cingapura ( que fica acima do CEU Parque Bristol) e fazendo fila de enfrentamento com os ocupantes. Já ouve confronto do choque com ocupantes na região da Av. do Cursino e no Califórnia. 
Está marcada para 12hs uma nova reintegração de posse na área de baixo deste terreno, próximo a Av. Padre Arlindo Vieira, que é a área próxima ao campão do Clímax. 
Tem barricadas de fogo nesta região no presente momento, próximo ao caminhão de entulhos, que estão para juntar os pertences dos ocupantes. Há policiais feridos também.
Representando o Conselho Tutelar do Ipiranga nesta reintegração estão: Lucinha, Maria Antonia e Macarrão.
A AES Eletropaulo já cortou a energia feita pelos ocupantes. Há policiais com mapas do terreno e da reintegração.
A Av. do Cursino está fechada desde a manhã e agora a Av. Padre Arlindo Vieira também está interditada, com a CET no local. Para quem mora na região, a saída é transitar via Rod. Anchieta.
Lembrando que a área de baixo deste terreno (Av. Padre Arlindo Vieira / campão do Clímax) pertence à SEHAB, e não deveria ser reintegrada, mas a ordem policial é de também estar na reintegração de posse, que será as 12hs. (09:00)

REINTEGRAÇÃO DE POSSE – FUNDÃO DO IPIRANGA!
A situação está extremamente tensa. 
A Associação Força e Ação, formada pelos ocupantes do terreno está se reunindo no presente momento para discutir rapidamente uma ação para a tensão que está sendo gerada. Policiais, gratuitamente, jogaram spray de pimenta e bombas de efeito moral nos ocupantes. Policiais estão enquadrando várias pessoas, entre ocupantes e transeuntes. Há várias denúncias de violência pelos ocupantes, inclusive uma suspeita de uma criança morta, ainda não confirmada.
No pronto socorro do SESI, localizado na Vila das Mercês, há pelo menos duas entradas decorrentes da reintegração. (10:00)

Quem é a Construtora dona de parte do terreno:

“Criada em 2007, a ATUA Construtora e Incorporadora surgiu da associação entre a Econ Construtora e a Yuny Incorporadora, empresas de grande atuação no mercado imobiliário. Delas a ATUA herdou importantes diferenciais competitivos como qualidade, rapidez e o primor em todos os detalhes. Desde sua criação a empresa consolidou-se como uma das principais construtoras do segmento econômico e destaca-se por oferecer projetos diferenciados, pela correta administração dos recursos em suas obras e por operar sobre os alicerces da inteligência construtiva, da solidez e dos bons negócios, visando sempre a plena satisfação de seus clientes.”
“Desde 2001, a Econ constrói uma relação de responsabilidade com o mercado, por meio da qualidade de seus projetos, das soluções inovadoras e da experiência construtiva de sua equipe. 

A empresa desenvolve a todo momento, em todas as obras, alternativas inteligentes e metodologias otimizadas para valorizar cada empreendimento ao máximo, bem como busca a satisfação total de seus clientes ao utilizar as mais avançadas técnicas de construção e de apuro arquitetônico, sempre em localizações diferenciadas. 

Esses são os principais pilares na filosofia da atuação Econ, que renderam à empresa o nível A nos programas QualiHab e PBQP-H, além da certificação ISO 9001.”

“Muito pelo que a Yuny fez. Pouco pelo o que a Yuny quer e vai fazer nos próximos anos.Casa, lar, ambiente familiar e profissional. A Yuny sabe a importância daquilo que faz e como afeta diretamente a vida de milhares de pessoas e suas famílias. E ciente disto, não abre mão de cada detalhe, por saber que são sempre os detalhes que no final fazem toda a diferença. Detalhes como a filosofia de trabalho, como a ética e a transparência em suas relações comerciais, na excelência de seus funcionários e na dedicação e cuidado com seus clientes, fornecedores e parceiros.Afinal, quando uma empresa vai ao detalhe, os resultados, a qualidade dos empreendimentos e a satisfação dos clientes são conseqüências desse posicionamento.E é assim que a Yuny em seus 16 anos de uma história construída em detalhes, cresce de maneira sustentável no mercado.Em 1996 nasce a Yuny Incorporadora com a vocação de realizar o maior sonho dos brasileiros. Ainda em 2006, após uma década focada no segmento de altíssimo-padrão e tendo lançado 16 empreendimentos que se tornaram ícones em São Paulo, a Yuny Incorporadora consolida suas bases para expandir seus horizontes e crescer no mercado, desta vez atuando também em segmentos residenciais e comerciais de médio-alto padrão.Em 2007, como parte do planejamento de crescimento da companhia, a Yuny firma a parceria com um renomado fundo de investimentos americano, o Golden Tree Insite Partners. O investimento de R$ 700 milhões, dos quais R$ 400 milhões já comprometidos, oriundos dessa parceria, proporcionaram o suporte necessário para que a Yuny acelerasse seu crescimento aproveitando as melhores oportunidades do mercado.Nesse mesmo ano, nasce a Atua Construtora, fruto da joint venture da Yuny Incorporadora com a Econ Construtora, direcionada para o segmento econômico, expandindo ainda mais o campo de atuação da empresa no mercado.” (11:00)

Lembrando que a área de baixo deste terreno, ou 6,5 mil m² (Av. Padre Arlindo Vieira / campão do Clímax) pertence à SEHAB, é ZEIS e não deveria ser reintegrada. (11:00)

MAIS NOTÍCIAS!
Acabamos de chegar com o Conselho Tutelar do Pronto Socorro do SESI, na Vila das Mercês, e lá ao menos não tem entrada de nenhuma criança ferida ou que faleceu. Esperamos que seja um boato, ficaremos atentos para as informações! (12:00)

ÚLTIMOS INFORMES – REINTEGRAÇÃO DE POSSE!
Os policiais ainda continuam em grande número no local do terreno, tanto na Av. do Cursino quanto na parte de baixo (Av. Padre Arlindo Vieira/CEU Pq. Bristol imediações/campão).
A reintegração anunciada para 12hs não aconteceu, porém uma oficial de justiça ameaça iniciá-la a qualquer momento (14:00)

ÚLTIMOS INFORMES

A empresa de ônibus Via Sul retira de circulação, a partir das 17hs, os ônibus que servem os bairros da Vila Liviero, Parque Bristol e Jd. São Savério e Jd. Celeste. A partir das 19hs, recolheram os ônibus do Jd. Clímax, Jd. Maristela e Vila Moraes. O Fundão do Ipiranga não tem como transitar. (19:30)

Para ilustrar poeticamente o ocorrido, Paulo Rams escreveu:

DESPEJO

As barricadas

levantadas

Av. do Cursino

Ilumina sua madrugada

com o fogo

da resistência

E, à pedir clemência

Para que a

mão de ferro

Não desabe seu teto

O lado oprimido

Mais uma vez

Ferido

Baleado

Sucumbido

Amedrontado

Afugentando-se

Das couraças de ferro

A especulação venceu.

Confira as fotos tiradas por Paulo Rams e Werther Santana:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s